CÓDIGO DA FONTE ESPECIAL: CÓDIGO BIBLIOTECA AJAX:

25 de março de 2016

Missa da Ceia do Senhor 2016

Padre Francisco de Assis, da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, celebra a Ceia do Senhor nesta quinta-feira 24/03/2016, vivenciando a Semana Santa no centro e zona rural de Alto do Rodrigues/RN, com a tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo.
Capela de São Sebastião em Estreito
Iniciou no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no Domingo de Páscoa. 
Capela de São Francisco em Tabatinga
A santa ceia é uma cerimônia estabelecida por Jesus; ao participarmos da mesma, reafirmamos nossa crença em sua morte e ressurreição (por isso Ele disse: “… fazei isto em memória de mim” – ver Lucas 22:19, I Coríntios 11:24-25)
A verdadeira cerimônia da Santa Ceia deve ser acompanhada pelo lava-pés a fim de que a mesma seja completa, de acordo com o que Jesus ensinou.
Podemos encontrar este ensinamento no Evangelho de João 13:1-10. Mas qual seu significado? No verso 10 lemos: “Declarou-lhe Jesus: quem já se banhou (foi batizado) não necessita de lavar senão os pés; quanto ao mais está todo limpo…” Podemos ver que o lava pés é uma espécie de “mini batismo”. 
Mas porque precisamos dele? Porque na vida tropeçamos e caímos. Temos de constantemente sermos purificados de nossos pecados, e a cerimônia do lava-pés é uma oportunidade para isso. É importante que renovemos nossa fé e comunhão com Cristo. 
Existe algum problema em não participarmos da santa ceia? Vejamos um exemplo: 
Depois que levantou do lugar onde estava, Jesus pegou uma toalha e foi lavar os pés dos discípulos. Ao aproximar-se de Simão Pedro para fazer o mesmo, o mesmo não aceitou. Disse Jesus: “Se eu não te lavar, não tens parte comigo” (v. 8). 
Ao ouvir esta declaração, apavorado, Pedro exclamou: “Senhor, não somente os pés, mas também as mãos e a cabeça”. A Bíblia diz que se não aceitarmos participar, não temos parte com Jesus, pois estamos demonstrando que não aceitamos Seu sacrifício e que não possuímos o caráter humilde de Cristo. 
Os Cristãos primitivos também realizavam o lava pés. Em l Tim. 5:10 encontramos a orientação de Paulo a Timóteo para que dê cargos na igreja somente para as viúvas que já “lavaram os pés dos santos” (crentes da igreja). Vemos aqui a importância desta instituição na vida de um crente, pois demonstra a autenticidade da conversão efetuada em sua vida.
Deus tem 2 principais propósitos ao instituir o Lava Pés:   

1) Renovar nossa fé no sacrifico e ressurreição de Cristo, purificando-nos assim de nossos pecados;
2) Desenvolver em nós a humildade de Cristo.
Quando lavamos os pés de nosso irmão, estamos dizendo-lhe que não somos maior que ele. É um momento maravilhoso de nos reconciliarmos com aquela pessoa que um dia nos magoou (ou magoamos). 

“Ora, se eu sendo o Senhor e o mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros” (João 13:14). A participação no rito nos ensina a sermos mais humildes, preparando-nos assim, para irmos para o céu. Lembremos nas palavras do Mestre:
“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também”. (João 13:15)
“Ora, se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as praticardes”. (João 13:17)
 

Texto: biblia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário