CÓDIGO DA FONTE ESPECIAL: CÓDIGO BIBLIOTECA AJAX:

2 de janeiro de 2016

Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus

A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário em Alto do Rodrigues/RN, juntamente com todos fiéis católicos vivenciam as festas natalinas, com a celebração da manifestação do Senhor em nossa vida e história.  Padre Marcelo Coutinho, prega que nossa atenção se volte ao mistério da Mãe do Senhor sob o título de “Mãe de Deus”. Nesta primeira sexta feira, consagrada ao Coração de Jesus em 01/12/2016, Dia Mundial da Paz, iniciando um novo ano, a paz é desejada, suplicada como sinal da bênção e da proteção permanente de Deus. É em nome de Jesus, a plenitude da bênção, que invocamos bênçãos de paz sobre nós e sobre os povos em conflito. A alegria deverá orientar nossa primeira celebração religiosa do novo ano civil. As festas e os brindes da Passagem do Ano, geralmente, impedem as pessoas de participarem desta significante celebração. Muitos nem conhecem a profundidade de tão linda celebração, que deveria ter maior prioridade entre os cristãos, especialmente neste ANO SANTO DA MISERICÓRDIA! Acolhidos por Maria, Mãe de Deus e nossa, desperdiçamos a oportunidade de pedir a ela que nos acompanhe ao longo dos próximos 365 dias. Neste Dia Mundial da Paz, somos conclamados a fazer nossa a proposta do Papa Francisco: “Vence a indiferença e conquista a paz”. O Deus da bênção e da paz nos congregue numa só família. O povo pode contar sempre com as bênçãos de Deus. A maior delas é a vinda do seu Filho, graças ao sim de Maria. 
A exemplo dos pastores, vamos abrir o coração e nos dispor para o encontro com Jesus. Deus quer nos abençoar ao longo de todo este ano. Os pastores, gente pobre e desprezada, são os primeiros a ir ao encontro de Jesus. Deus conta com a colaboração humana para realizar seus projetos. Se não estivermos abertos ao diferente, ao simples, e não fizermos a experiência da humildade, deixando de lado nossa prepotência, arrogância, auto-suficiências, corremos o risco de desencontrar-nos com o Senhor que só nasce mesmo em manjedouras simples, humildes, puras e livres para acolhê-lo, a exemplo de Maria, humilde serva do Senhor e bendita entre as mulheres, cantemos  ação de graças ao Pai, que nos cumulou de bens por meio de seu Filho. A palavra de hoje ressalta a imposição do nome de Jesus, sua inserção na sociedade humana. Como o Filho de Deus, nós também recebemos um nome ligado à nossa existência e à nossa missão. A atitude dos pastores nos ensina a acolher e anunciar a Boa Notícia da presença do Salvador em nosso meio. Com Jesus, nos tornamos herdeiros da salvação e podemos clamar: Abba, Pai, vivendo fraternalmente como irmãos e irmãs. Maria, a mãe de Jesus, é imagem da comunidade fiel e comprometida com o plano da salvação. Com o exemplo de Maria no seu sim incondicional, assumimos “de boa vontade” a proposta de Jesus de sermos promotores da paz em nossos lares e na sociedade em que vivemos. Invoquemos com confiança a bênção do Senhor, o Deus de bondade, sobre todos os povos e nações, neste Dia Mundial da Paz. Que ele guarde, ilumine, mostre a sua face de Pai e dê a paz a todos. Com Jesus, o Filho de Maria, a maior bênção da salvação para toda a humanidade, nos comprometemos a trabalhar alegremente na construção da paz.
Saibamos rezar por nossos Governante,  para promover, além da paz, a maior dignidade de todos os Filhos de Deus. Estejamos atentos e tenhamos a coragem e ousadia proféticas de “cobrar” melhores condições de vida em todos os setores que garantam uma vida digna a cada cidadão, sem nenhuma acepção ou discriminação. Sejam todos muito abençoados neste Novo Ano que se inicia. 
Sejamos protagonistas da paz por onde passarmos, exalando o perfume da ternura em nossas relações em todos os níveis: familiar, social, eclesial e político!

Nenhum comentário:

Postar um comentário