CÓDIGO DA FONTE ESPECIAL: CÓDIGO BIBLIOTECA AJAX:

15 de abril de 2013

Preparação para Confissão

Um dia Santa Teresa viu muitas almas a cair no Inferno. Ela perguntou a Jesus porque tantas almas caíam no Inferno. Jesus respondeu: "Por causa das confissões mal feitas". Então Santa Teresa escreveu logo a um padre: "Padre, pregue muitas vezes contra as confissões mal feitas, porque é esse o laço do Demónio para pegar as almas".




O Sacramento da Confissão é o meio certo de se receber o perdão dos pecados. Foi Jesus quem deu aos sacerdotes o poder de perdoar. "A quem perdoarem os pecados, os pecados serão perdoados" (Jo 20,19´23). Só a confissão bem feita é que perdoa os pecados.
Adiar este Sacramento e não usufruir dele frequentemente é abusar da Misericórdia e da paciência Divina, o que pode ter consequências para toda a eternidade: Arder no fogo que nunca se apaga, onde há choro e ranger de dentes e onde a alma é atormentada por todo o sempre.
Para a confissão ser bem feita e válida, são necessárias cinco condições:

  • EXAME DE CONSCIÊNCIA - Com a luz do Espírito Santo, examinamos honestamente a nossa consciência e detectamos as faltas e pecados que temos cometido desde a nossa última confissão bem feita.

  • DOR DE CORAÇÃO - É necessário que o penitente esteja verdadeiramente arrependido. São desnecessárias as lágrimas ou outras manifestações exteriores de arrependimento. Baste que o pecador perceba o quanto ofendeu a Deus, que tenha consciência da gravidade do pecado, reconheça os seus pecados para formular um firme propósito de emenda.



  • CONFISSÃO DE BOCA - Acusar, verbalmente, os pecados ao sacerdote, que em nome de Cristo, dará a absolvição. Devemos ser objectivos e simples, sem grandes rodeios ao dizer os pecados. No entanto, devemos também ser rigorosos e precisos no que respeita ao número de vezes que esse pecado foi cometido e as condições em que foi cometido.

  • FIRME PROPÓSITO DE EMENDA - O pecador deve abeirar-se do confessionário com uma firme resolução de abandonar a vida de pecado e com firme propósito de não voltar a pecar. "Vai em paz e não voltes a pecar.", diz-nos Jesus.
  • CUMPRIR A PENITÊNCIA - O sacerdote dará uma penitência à pessoa que recorreu a este Sacramento de Amor. Pode traduzir-se em orações, prática de boas obras, jejuns... Cumprir esta penitência imposta pelo confessor é importante para que o Sacramento seja recebido com todas as graças sobrenaturais que ele encerra.
Um pecado esquecido na Confissão fica perdoado se se fez bem o Exame de Consciência. Um pecado deliberadamente escondido na Confissão não fica perdoado e eu não posso comungar, tendo de fazer outra confissão.
fonte: 
http://catolicostradicionais.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário